domingo, 13 de setembro de 2009

Notícias: Escola de Socorrismo CVP lança curso de Socorrismo Pediátrico

Lisboa, 12 Set (Lusa) - A Cruz Vermelha portuguesa vai lançar em Outubro um curso de Socorrismo Pediátrico, dirigido a pais e funcionários das escolas, disse hoje à Lusa o director da Escola de Socorrismo daquela instituição.

Ricardo Almeida adiantou que a organização pretende responder a um pedido dos pais e escolas, que têm "pressionado muito" a Cruz Vermelha para lançar um curso pediátrico.

"O curso de Socorrismo Pediátrico vai abranger várias matérias, ajudando os pais ou quem lida com crianças a saber reagir no caso de um miúdo se queimar, engasgar ou até sofrer hipotermia", adiantou aquele responsável.

Os formadores da Cruz Vermelha pretendem, naquele curso, ensinar pais e quem lida com as crianças a saber avaliar e interpretar as queixas das crianças.

Os primeiros socorros, mundialmente comemorados hoje, são objecto de vários cursos de formação na Cruz Vermelha: Suporte Básico de Vida (técnicas de ressuscitação), curso Europeu de Primeiros Socorros e agora o socorrismo pediátrico.

"Estamos ainda a preparar cursos de socorrismo infantil, dirigido a crianças entre os seis e os oito anos, e um juvenil, dos nove aos 13 anos. A ideia é disponibilizar esses cursos às escolas, mas isso ainda está a ser tratado pela direcção" da Cruz Vermelha, adiantou aquele responsável.

Em média, a Cruz Vermelha forma cerca de 12 mil pessoas por ano, sendo cerca de metade oriundos do mundo empresarial.

"A lei exige às grandes empresas, e agora também à pequenas e médias empresas, esta formação em socorrismo. Daí que cerca de metade dos nossos pedidos de formação venham das empresas", acrescentou Ricardo Almeida.

As pessoas que, a título individual, procuram cursos de primeiros socorros na Cruz Vermelha são maioritariamente jovens.

VP.

Lusa

1 comentário:

eurico alexandre disse...

É de tirar o chapéu a situação visto que a muito que este tipo de formação existe noutras instituições, que não tem o nome de Cruz Vermelha. Mas cá estaremos para ver se a formação irá avançar. A escola da Cruz Vermalha tem um potêncial enorme e continua a desperdiçar oportunidades e recursos com o continuar a olhar para o próprio umbigo e pensando que se encontram acima dos outros.